9 de mai de 2011

Todo homem é bom

De vez enquando me pego fazendo comentários infrutuosos de alguém para outras pessoas, comentários esses que não edificam minha alma de quem está escutando, e que não ajuda a quem estou julgando.


ISSO É TRISTE!  VAZIO! FEIO!

Falta de misericórdia para com meu próximo, a mesma misericórdia que o Senhor tem pra comigo diante das minhas imperfeições.
 
"Eis que nasci na culpa, minha mãe
concebeu-me no pecado". (Sl 50,7)
 
Não tenho direito nenhum de fazer julgamentos, sejam lá quem ela for ou o que tenham feito. Minha missão é interceder por ela diante de Deus, é ajudá-los a serem melhor.


Presenciei uma pessoa "cristã", fazer um comentário referente ao casal que matou a pequena criança Isabelle.

"Deus permita que matem eles na prisão" (mais ou menos nessas palavras)

Não.. não é essa atitude de um verdadeiro cristão. Sim, cometeram um crime, e estão pagando, mas não nos cabe julgar suas almas, a nossa guerra nao é contra homens, mas contra as forças espirituais do mal (Ef 6,12). Precisamos ter uma visão espiritual mais profunda dessa verdade, e mesmo que não a tenhamos, é necessário que tenhamos um olhar misericórdioso, precisamos fazer como Santa Terezinha do Menino Jesus, onde ela intercedeu por um condenado e nos últimos momentos ele solicitou um sacerdote para a fazer a sua confissão.


______________________________



Fernandinho Beira-Mar
Luiz Fernando da Costa

Nascido no dia 4 de Julho de 1967. Aplicado estudante dos anos 70. e não conheceu o pai. A mãe, Zelina Laurentina da Costa, era doméstica e criou o menino e as duas filhas sozinha. Apesar da pouca instrução, Zelina foi, como descrevem moradores da Beira-Mar, uma mulher muito participativa. Acompanhava de perto o desempenho do filho na escola e frequentava as reuniões no colégio. Católica, costumava levar o filho às missas na Igreja de São Pedro, dentro da favela; e fez questão de que Fernandinho fizesse a primeira comunhão. Aos 18 anos, Beira-Mar servia o Exército quando soube da morte violenta da mãe: Zelina fora atropelada ao tentar atravessar a Rodovia Washington Luís, estrada que corta a comunidade. Beira-Mar e as duas irmãs mais novas ficaram sozinhos.

Foi o coroinha da Igreja de São Pedro durante três anos. Estudou da 5 à 8 série Colégio Estadual Dulce Petri, em Caxias. Depois, tentou entrar na Aeronáutica. Fez prova para o curso de sargento especialista, mas não passou.

Em 1975, a 1 série do ensino fundamental na Escola Municipal Joaquim da Silva Peçanha, na Favela Beira-Mar, em Duque de Caxias.

Fonte: O Globo

_________________________

Todo Homem É Bom

Composição : Grecco

 Sim, todo homem é bom
Todo humano é bom
Toda face, olhar e matiz
Sim, todo homem é bom
Sendo ele o que for  Forte, fraco, tristonho ou feliz
 Todos os pobres, os livres, os nobres
 Os feios, os belos, os ricos também
 Todos os desesperados
 Os esperançosos
 Os néscios, os sábios ou não

Todos por certo são bons
 Como é bom nosso Pai
 Que criou cada jeito de ser
 Todo semblante é bom
 Todo instante é bom
 Quando há vida e quando há viver
 Todo o âmago é bom
 Toda essência tem dom
 De amar, ser reflexo de Deus
 Mesmo que o mal ronde perto
 E nos faça um deserto
 Esse bem ficará
 E uma gota do céu cairá

Sim, todo homem é bom
Todo humano é bom
Se ele sabe entregar-se num sim
Todo o sonho é bom e o futuro é bom
Se a esperança caminha aqui
Todo o justo, o crente, o descrente
O que sabe ser gente
E que sente a canção
Todo aquele que é jovem, o que é velho
 O que foge do espelho, e o que olha
Nos  olhos também

Todo o doente é bom
 E também todo são
 O que pede, o que dá e o que não
 Todo indigente é bom
 E também quem tem dom
 Que tem tudo ou nada ao sol
 Todo alegre é bom
 Todo triste também
 Se olha a vida e aceita o amor
 Todo valente, o covarde, o contente
 O sério e o sonhador
 Todo sério e o sonhador


"com a medida com que tiverdes medido,
também vós sereis medidos". (Mt 7,2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário