5 de set de 2012

Tesouro

Precisamos descobrir esse tesouro, essa fonte inesgotável de águas puras, que nos nutre, nos purifica. Hoje a noite lendo o livro "Diário de uma Amizade", me deu uma sede de Deus, como se precissasse me esforçar um pouco mais para descobrir esse tesouro.  Apesar de estar tanto tempo dentro da igreja, das Comunidades Católicas, de rezar, apesar de falar tanto em JESUS, no Reino do Céu, hoje é como tivesse percebido que achava que ainda não tinha descoberto esse tesouro. É como que me dissesse:

-- Juracy, você só viu uma pequena ponta do iceberg.

Existe muito mais para se ver, para sentir, para amar e ser amado, etc.  Rezando, meio que pedindo a JESUS como chego até esse tesouro, o Senhor foi bem incisivo:

"    Se aspiras a esssas alturas, é preciso começar com coragem a cortar com o machado, pelas raízes, arrancar e eliminar todas as inclinações desorfenadas, de busca de si mesmo e de outros bens materiais voltados para si mesmo.
     Quase toda desordem provém desse amor desordenado de si mesmo, que deve ser radicalmente vencido. Quando se vence a extirpa esse mal logo se goza da paz e tranquilidade.
      Como, porém, poucos são os que se abandonam e morrem de todo a si mesmo, são muitos os que,
enleados em si mesmos, não conseguem viver no espírito.

    Quem deseja caminhar comigo na liberdade precisa mortificar todas as suas afeições más e desordenadas e não amar a nennhuma criatura com um amor voltado para si mesmo."




Senhor... me ajuda!


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário