27 de mar de 2013

Vi Cristo hoje


Vi Cristo hoje, estava sentado num portao de uma casa, esperando pão e café.
Na rua Dep. Joao Pontes com Felino Barroso, na casa de uma senhora que dá pão para os pobres.

Estava semi-nua, suja, fedia, estava abatida e cansada.

Meu celular estava descarregado, era para ter tirado uma foto.

Algo dentro de mim mexeu. Não sei explicar bem, mas é como se algo dentro de mim quizesse gritar.

Ontem estava partilhando com um irmã, desse "grito" dentro de mim.

Ela me explicou de primeiro preciso preparar meu terreno, para poder ajudar aos outros, falava isso em relacao a minha vida, minha vida, minha familia, que estava se reestruturando. Ela tem razao. Mas nada me impede de sorrir, de pelo menos ficar escutá-lo, mas nem isso estou conseguindo fazer, e isso me incomoda.

Uma pequena incomodação pelos sofrimentos do irmão esquecido. De ir até eles, de anunciar-lhe algos MAIOR, de lhes dizer que a vida é MAIS que isso, que Deus EXISTE, não é um "conto de fadas", mais ou menos isso.


Hoje na Cancao Nova o Papa nos fala em sair de nós, de ir ao encontro do outro.

"Viver a Semana Santa seguindo Jesus quer dizer aprender a sair de nós mesmos, ir ao encontro dos outros, ir às periferias da existência, encontrar sobretudo os mais distantes, os que mais necessitam de compreensão, de consolação, de ajuda. Viver a Semana Santa é entrar sempre mais na lógica de Deus, do Evangelho. Mas acompanhar Cristo exige sair de nós mesmos, deixar de lado um modo cansado e rotineiro de viver a fé. Deus saiu de Si mesmo para vir ao nosso encontro e também nós devemos fazer o mesmo".
  (Papa Francisco)


Algo em mim está dizendo:

-- Cuida dos meus, consola meu povo, eu cuido das tuas coisas, do teu trabalho, do teu futuro, dos teus pecados.

Parece que JESUS sofre com o sofrimento dos seus, dóe Nele, e isso está me incomodando.

Meu Deus... como sou fraco, covarde, e pouca fé.


Mas sei, que se tudo isso acabar só em palavras escritas aqui, ai de MIM!

Os dons de Deus em mim, nao podem ficar guardados, usados só para meu benefício, ai de MIM!


Como é fácil ser próximo dos belos, dos simpáticos, dos cheirosos, dos que tem, dos que podem nos dá algo de troca... é muito fácil, é fácil fazer algo por àqueles que de uma certa forma, nos pode recompensar.


Acabei de ler agora no site da G1, um ambulante que distribue marmitas para os pobres..

Outro tapa para mim.


http://g1.globo.com/ceara/noticia/2013/03/no-ce-ambulante-faz-almoco-para-moradores-de-rua-na-sexta-feira-santa.html


"Dizia igualmente ao que o tinha convidado: Quando deres alguma ceia, não convides os teus amigos, nem teus irmãos, nem os parentes, nem os vizinhos ricos. Porque, por sua vez, eles te convidarão e assim te retribuirão". (Lc 14,12)

u

"Em cada manhã verás sua imagem
Até que consoles o meu coração"

Nenhum comentário:

Postar um comentário