27 de fev de 2014

Castelo Interior - 7 moradas (Santa Tereza D´avila)

1a. morada

Alma esta muda e surda, ainda prisioneira do mundo exterior. É entao que se começa a avançar no caminho do conhecimento interior. Que a alma começa seu percusso.

2a. morada

A alma luta contra os atrativos do mundo exterior. Sente que tudo no mundo é efêmero.

3a. morada

A alma se purifica através da meditação e está pronta a acolher o sofrimento e renuncia as tentações do mundo exterior, mas ainda não é bastante forte.

4. morada

A imaginação domina, o conhecimento, a inteligencia e a memória pesam sobre a alma, mas para progredir deve renunciar a tudo isso.

5a. morada

O mundo profano não tem mais influencia sobre a alma que está livre de todas as amarras. (a lagarta se faz borboleta)

6a. morada

Sala do sofrimento. Mas a alma abandonou todas as tencacoes do mundo exterior. É a noite escura da alma que precede a plena e definitiva transformação

7a. morada

A alma é tornada espiritualmente por esposa. São imensos e elevadíssimos o mistério e a graça que Deus ali comunica à alma num instante. O Senhor parece querer manifestar-lhe naquele momento a glória do céu, fazendo-o de um modo mais inefável que em qualquer outra visão ou gosto espiritual.
O Senhor introduz a alma nessa Sua morada, que é o centro da alma.A alma não sente nenhum temor da morte, não mais do que teria de um suave arroubo(êxtase, arrebatamento). Passa-se com tanta quietude e silêncio tudo o que o Senhor ensina e comunica à alma.




Retirado do trecho do filme de Edith Stein (Santa Teresa Benedita da Cruz), ela meditando as 7 moradas do livro de Santa Teresa D´avila. Recomendo a leitura do livro por completo.




https://juracylima.blogspot.com.br/p/tela-inicial.html

21 comentários:

  1. O conhecimento e as meditações da morada interior, estão muito claros para uma perfeita interiorização de nosso.

    ResponderExcluir
  2. Tenho sede de saber mas estou tomando leite ainda. É por isso que quero e preciso de um Diretor Espiritual!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se você quiser servir
      A Deus, faça poucas coisas,
      Mas as faça bem.
      Pedra por pedra, com esperança
      De ver Jesus.
      Dia após dia, com alegria
      Sempre buscando além."


      http://juracylima.blogspot.com.br/2013/04/o-senhor-nunca-desiste-de-nos.html

      Excluir
    2. https://www1.provida.org.br/pt_BR/main/index

      Excluir
  3. "O que agrada a Deus , em minha pequena alma , é que eu ame minha pequenez e minha pobreza..... É a esperança. ...cega. ..que tenho em sua misericórdia Senhor !!!"

    ResponderExcluir
  4. Amar só é isto que devemos fazer, mas nem isto eu sei ainda fazer. Se soubesse eu poderia até me elevar um pouco neste caminho espiritual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O menor esforço de ser melhor já é Amor. No teu esforço, Deus vai lhe dando a Graça!
      Isso é processo natural e as vezes demorando, mas com certeza não está parado.

      Deus te abencoe

      Excluir
    2. Adorei esta resposta! Confortante, pois por muitas vezes pensei parecido com o que escreveram acima!

      Excluir
  5. Se entregue de coracao o senhor esta te esperando...sempre esteve..amem

    ResponderExcluir
  6. Como renunciar tudo do mundo se você é casada e tem filhos? Porque renunciar para mim é cada vez mais entrar em estado de meditação e oração exclusivamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Também sou casado e tenho 5 filhos. Tempos anteriores queria ser padre ou algum tipo de consagração, mas meu chamado talvez não fosse esse. Mesmo com uma familia, o serviço, os fazeres do dia é como uma oração, uma forma de oferta a Deus. Veja por exemplo os pais de Santa Terezinha do Menino Jesus. Queriam ser consagrados, mas receberam a santidade como pais.

      Deus te abençoe.

      Excluir
    2. Com o passar do tempo vamos percebendo que a renuncia que Deus quer é apenas de sí mesmo.
      O AMOR é renuncia, não dos parentes mas de sí mesmo. Entrega, abandono de sí, descanso em Deus. Temos o habito de achar que tudo é nossa culpa. Temos medos. O AMOR é doação, confiança... afinal quem a Deus tem, nada tem a temer.

      Excluir
  7. Acabo de assistir ao filme mencionado ... assistam também ... estou motivado a ler o livro, conforme sugerido. Acrescento, é preciso entender-se alma e não corpo físico, como consequência saberemos em que sala estamos o resto é a Plena Misericórdia que decide.
    Católicos crentes, o santo Padre nos convidou a sair ... vamos caminhar juntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou lendo e já estou na quarta morada. Confesso que tive que reler algumas partes para poder entender. Mas no mais ele nos ajuda muito a nos entendermos. Uma frase que me chamou atenção foi quando ela disse que uma alma sem oração é como um corpo paralítico, tem braços e mãos mas nao as usa.

      Excluir
  8. e quem entra na 7ª morada? morre?

    ResponderExcluir
  9. Resumo do Castelo Interior:

    https://juracylima.blogspot.com.br/p/tela-inicial.html

    ResponderExcluir
  10. Achar que não vamos conseguir a santidade, de avançar moradas ou lançar em águas profundas. Isso para alguns pode ser uma utopia,
    Ou então só para os santos mesmo ou "Os escolhidos".

    Esses pensamentos vêem daqueles que ainda estão confiando somente em si, nas suas próprias forças, isso era um pensamento do Pelagianismo na época de Santo Agostinho, onde a Igreja combateu essa heresia afirmando que para tudo precisamos da Providencia Divina.

    Querer conquistar o céu pelas próprias forças, rejeitamos as graças por conta da soberba do homem, a autossuficiencia.

    A graça, eleva a nossa natureza, aperfeiçoa. Para mim basta a Tua Graça Senhor, pois me gloriarei na minha fraqueza, diz São Paulo (2 Cor 11,30).

    Por último, nos perguntamos o motivo de querer avançar nas moradas?

    Vou à Missa, pago meu dizimo, vivo a bondade etc.

    Também me pego nesse pensamento, mas também reflito na grandeza de Deus em nossa alma que ainda não é explorada.

    É ter a sensação de está vivendo uma espiritualidade medíocre, de está perdendo alguma coisa, ou de existir mais coisas intensas e profundas para se viverem ainda nesse mundo.

    É perceber que tudo vai passar, que a morte vai nos visitar, e que eu tenha um pouco de dignidade de dizer ao Senhor:

    "Combati o bom combate"

    Povo,

    O chamado que Jesus faz pra nós não é peso, mas uma intensa paz.

    Não é um projeto de desgraça, mas de felicidade, de esperança.

    E também a forma de correspondemos ao Amor de Jesus por nós, que sangra por nós.

    Então, vamos pedir a Graça,
    O Senhor está contigo, comigo.

    Espero que esteja entendendo.

    Nos abramos para o Amor, o Amor resolverá tudo para nós.


    Brevemente, Estarei apresentando as segundas moradas.

    Fiquem na Paz de Jesus

    Que Nossa Senhora nos guie.

    Que Santa Teresa Davila interceda por nós.

    Deus os abençoe.

    ResponderExcluir