11 de ago de 2014

A alma tagarela

"O silêncio é como uma espada na luta espiritual; a alma tagarela nunca atingirá a santidade. Essa espada do silêncio cortará tudo que queira apegar-se à alma. Somos sensíveis a fala e sendo sensíveis logo queremos responder; não levamos em conta se é da vontade de Deus que falemos. A alma silenciosa é forte; nenhuma adversidade a prejudicará, se preservará no silêncio. A alma recolhida é capaz da mais profunda união com Deus, ela vive quase sempre recolhida, é capaz da mais profunda união com Deus, ela vive quase sempre sob a inspiração do Espírito Santo. Deus opera sem obstáculo na alma silenciosa.”

(Diário de Santa Faustina p. 477)

Nenhum comentário:

Postar um comentário