19 de jun de 2015

Um coração inquieto

Bom dia Povo,

Rezando hoje refleti sobre as nossas inquietações e me veio algumas palavras, foi mais ou menos assim:

Se existe algo que nos inquieta em nós, é por que ainda não foi totalmente entregue a Deus.

Um coração inquieto esconde ainda coisas terrenas, desconhecidas ate mesmo pela própria pessoa.

Um coração que eh total entregue a Deus, ela cumula uma paz interior indescritível. Não é a toa a linda oração criada por Santa Tereza D´avila, que diz... Nada te perturbes, nada te inquietes, tudo passa, só Deus basta (um trecho da oração).

Não é um estado que se consegue fácil, existe combates, lutas interiores e exteriores, mas não é impossível. Mesquinho eh o pensamento que pensa que nunca alcançará a santidade. É mesquinhar o poder e misericórdia de Deus sobre nós. Os santos tiveram as mesmas dificuldades, mas confiaram, foram loucos de se abandonarem. Precisamos ser LOUCOS, APAIXONADOS por Jesus. Ao ponto de fazer loucuras santas.

Um coração inquieto deve sempre exercitar o autoconhecimento e perceber pontos que precisam sem curados, trabalhados na nossa alma. O Amor de Deus eh muito mais que nossa cabecinha consegue enxergar.

Deixemo-nos ser invadido por esse Amor, (com A maiúsculo mesmo).

Vamos conhecer, perceber e entregar aquilo que nos inquieta em nós, seja um apego, um pecado de estimação, medos, vícios, magoas,etc.

Deus tem grandes planos para cada um daqui, confiem nisso. Vocês tens dons lindos que precisam ser usado para beneficio do Reino de Deus.

Vivam a vida, confiando e na esperança de um Novo que certamente virá.

Escrevi agora no zazap pra vocês, acolham com carinho.

Um abençoado dia para todos!


"Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças." (Fil 4,6)


Senti no momento da Santa Missa de ontem, foi mais ou menos assim:

-- Juracy, não quero só uma parte,  para fazer a grande obra, preciso que se entregue por inteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário